Aluguel residencial sobe 3 vezes mais que a inflação em 2023, segundo o FipeZap

O preço do aluguel residencial encerrou 2023 com alta acumulada de 16,16%, segundo o Índice FipeZap, divulgado nesta terça-feira, 16. O resultado é ligeiramente menor do que em 2022 quando teve alta de 16,55%, o maior resultado em 11 anos.

A variação anual do índice ficou acima dos resultados acumulados do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) do IBGE (+4,62%) e do Índice Geral de Preços-Mercado da FGV (-3,18%). Nessa comparação, o preço do aluguel residencial foi mais que três vezes maior que o IPCA, um dos principais índices de inflação.

O Índice FipeZap analisa o comportamento dos preços de locação residencial em 25 cidades brasileiras, com base em anúncios veiculados na internet. Todas as 25 cidades que integram a cesta do índice registraram alta anual na locação residencial, incluindo as 11 capitais: Goiânia (+37,28%); Florianópolis (+27,68%); Fortaleza (+21,95%); Curitiba (+20,70%); Rio de Janeiro (+19,79%); Belo Horizonte (+17,11%); Porto Alegre (+13,88%); São Paulo (+13,28%); Recife (+12,40%); Salvador (+12,31%); e Brasília (+11,37%).

Preço médio por metro quadrado

Com base nos dados de dezembro de 2023, o preço médio do aluguel de imóveis residenciais foi de R$ 42,53/m². Os maiores valores médios foram de imóveis residenciais de um dormitório (R$ 54,74/m²); já os menores foram de unidades com três dormitórios (R$ 37,09/m²).

O maior valor médio foi identificado em Barueri (SP), com R$ 59,06/m². Entre as capitais, o aluguel médio mais caro é em São Paulo, também a segunda colocada no ranking geral das 25 cidades analisadas, com o valor médio de R$ 51,62/m².

Confira o preço médio do aluguel residencial em cada cidade do índice:

  • Barueri (SP): R$ 59,06/m²
  • São Paulo (SP): R$ 51,62/m²
  • Florianópolis (SC): R$ 49,81/m²
  • Recife (PE): R$ 47,78/m²
  • Santos (SP): R$ 45,50/m²
  • Rio de Janeiro (RJ): R$ 45,10/m²
  • Brasília (DF): R$ 40,57/m²
  • São José (SC): R$ 37,88/m²
  • São José dos Campos (SP): R$ 37,85/m²
  • Belo Horizonte (MG): R$ 36,76/m²
  • Curitiba (PR): R$ 36,17/m²
  • Goiânia (GO): R$ 36,07/m²
  • Campinas (SP): R$ 34,87/m²
  • Praia Grande (SP): R$ 34,82/m²
  • Santo André (SP): R$ 34,05/m²
  • Guarulhos (SP): R$ 33,52/m²
  • Salvador (BA): R$ 33,10/m²
  • Porto Alegre (RS): R$ 31,67/m²
  • São Bernardo do Campo (SP): R$ 29,76/m²
  • Joinville (SC): R$ 28,39/m²
  • Fortaleza (CE): R$ 28,36/m²
  • Niterói (RJ): R$ 26,81/m²
  • Ribeirão Preto (SP): R$ 23,82/m²
  • São José do Rio Preto (SP): R$ 21,83/m²
  • Pelotas (RS): R$ 17,59/m²
Fonte: EXAME