Preço médio de imóveis residenciais tem ligeira alta

O preço médio de venda de imóveis residenciais em janeiro variou 0,13% na comparação com o mês de dezembro do ano passado. Nos últimos 12 meses, o valor recuou 0,06%, percentual que coloca os valores perto da estabilidade no período. Os dados constam do Índice FipeZap, que passou a acompanhar, no último mês, o preço médio do metro quadrado de apartamentos prontos em 50 cidades brasileiras, sendo 16 capitais.
Conforme a pesquisa, considerando a inflação acumulada dos últimos 12 meses, (3,76%) pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA/IBGE), a queda real do valor dos imóveis foi de 3,70%.

Entre as capitais monitoradas, Curitiba apresentou o maior aumento nominal de preço em 12 meses (+4,41%), sendo, inclusive, a única capital a superar a inflação registrada neste período. O destaque negativo ficou por conta de Maceió, que registrou a maior queda de preços (-5,32%).
O levantamento registrou ainda que, em janeiro, o valor médio das vendas foi de R$ 7.174 /m². A cidade do Rio de Janeiro permaneceu com o metro quadrado mais caro (R$ 9.474). Em segundo lugar está São Paulo (R$ 8.831), seguida de Brasília (R$ 7.243). Os municípios com menores valores de venda foram Campo Grande (R $ 4.070), Goiânia (R$ 4.214) e Maceió (R$ 4.562).

Fonte: AECWEB