Custos da construção medidos pela FGV crescem 0,17%

O Índice Nacional de Custo da Construção-M (INCC-M), medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), registrou alta de 0,17% no mês de setembro, resultado inferior a agosto, quando o indicador subiu 0,3%. O índice acumula taxas de 3,23% no ano e de 3,86% em 12 meses.

O subíndice relativo a materiais, equipamentos e serviços aumentou 0,38%, em setembro, apontando inflação abaixo do mês de agosto (0,65%). A variação correspondente a materiais e equipamentos foi de 0,39%, frente a 0,73% no mês anterior. Com relação aos serviços a variação passou de 0,33%, em agosto, para 0,31%, em setembro.

O índice referente à mão de obra não teve variação de preços pelo segundo mês consecutivo.

Capitais

O levantamento também apurou informações de sete capitais brasileiras. Em quatro delas, foi registrada desaceleração nas taxas de variação: Brasília (0,13%), Belo Horizonte (0,29%), Porto Alegre (0,22%) e São Paulo (0,10%). As cidades de Salvador (0,23%), Recife (0,35%) e Rio de Janeiro (0,22%) apresentaram acréscimo em suas taxas de variação.

Fonte: AECWEB